Etiquetas

O Movimento

As origens do movimento pirata remontam aos primeiros anos da década de 2000, na Suécia. A história é contada na primeira pessoa, por Rick Falkvinge, fundador do primeiro partido pirata, o Partido Pirata Sueco, aqui.

De modo sucinto, houve três acontecimentos que levaram à formação do partido — todos em 2005. Em primeiro lugar, a luta contra as patentes de software — que foi ganha pelos activistas que se opunham contra tais patentes, mas apenas depois de uma disputa muito renhida. Em segundo lugar, o download de informação sujeita ao monopólio da cópia passou a ser criminalizado na Suécia em 2005. Finalmente, a Directiva de Retenção de Dados (DRD, declarada inválida em 2014), que fez a retenção de dados passar de ser algo proibido para algo obrigatório, foi aprovada pelo Parlamento Europeu em Dezembro de 2005. Proposta pelo deputado sueco Thomas Bodström, a DRD foi a gota de água que pôs em marcha o processo do qual resultaria a formação do Partido Pirata Sueco, no dia 1 de Janeiro de 2006.

Cinco meses depois, dar-se-ia o raid aos servidores onde estavam alojados os servidores do The Pirate Bay. E cerca de três anos depois teria início o mediático julgamento dos seus fundadores. Tudo isto, apesar não estar formalmente ligado com o movimento pirata, muito contribuiu para a sua rápida difusão, processo que ainda hoje continua. Depois do sueco, surgiram movimentos com a mesma designação em vários outros países — entre os quais Portugal.

Mais informações

Login

Assinaturas

No Data