Etiquetas

Código Pirata

I – Os piratas são livres

Os piratas procuram a liberdade, a independência, autonomia e opõem-se à obediência acrítica e cega. Defendem a autodeterminação da informação e a liberdade de expressão e de opinião. Os piratas aceitam as responsabilidades que a liberdade necessariamente acarreta.

II – Os piratas valorizam e respeitam a privacidade

Os piratas protegem a privacidade – condição necessária e fundamental para o livre desenvolvimento pessoal de cada um – e lutam contra a crescente tendência de vigilância, tanto por parte do estado, como por parte do sector privado. A criatividade e a dissensão – componentes essenciais de uma sociedade livre – são impossíveis sem um espaço pessoal e privado onde o indivíduo possa ser – ainda que apenas temporariamente – livre das restrições que a vida em sociedade necessariamente impõe. Sem isto, a sociedade é privada do melhor meio para corrigir os seus próprios erros e o resultado é a estagnação (quando não o declínio).

III – Os piratas pensam criticamente

Os piratas são criativos, curiosos, e não aquiescem ao status quo. Pelo contrário, eles desafiam sistemas, procuram pontos fracos e tentam encontrar formas de corrigi-los. Piratas aprendem com seus erros.

IV- Os piratas são íntegros

Os piratas honram sua palavra. A solidariedade é importante quando se trata de objectivos colectivos. Os piratas lutam contra a mentalidade de se fazer vista grossa na sociedade e agem quando a coragem moral é necessária..

V-  Os piratas respeitam a vida

Os piratas são pacificadores. Por isso, eles rejeitam a pena de morte e a destruição do meio ambiente. Piratas defendem a sustentabilidade da natureza e seus recursos. Nós não aceitamos patentes sobre a vida.

VI – Os piratas são curiosos.

O acesso à informação, à cultura, ao conhecimento em geral e às descobertas científicas em particular não pode ser arbitrariamente restringido. Os piratas apoiam, portanto,  a cultura livre e o software livre.

VII – Os piratas são sociais

Os piratas respeitam a dignidade humana. Eles são comprometidos com uma sociedade unida em solidariedade onde o forte defende o fraco. Piratas defendem uma cultura política de objetividade e imparcialidade.

VIII –  Os piratas são internacionais

Os piratas fazem parte de  um movimento global. Eles aproveitam as oportunidades oferecidas pela Internet e, por isso, estão aptos a pensar além das fronteiras.

Fonte: Pirates Without Borders

Mais informações

Login

Assinaturas

No Data